O II CNPMT

logo_CNPMT_crachaB

O II Congresso Nacional de Planejamento e Manejo de Trilhas  é uma iniciativa do Grupo de Estudos Ambientais-GEA e do Laboratorio de Geoprocessamento – LAGEPRO, do Departamento de Geografia Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e  serão realizados de 16 a 18 de outubro na cidade do Rio de Janeiro em conjunto com o I Colóquio Brasileiro para a Red Latinoamericana de Senderismo, evento este preparatório para a participação nacional no I Congreso de la Red Latinoamericana de Senderismo, que ocorrerá no Chile em 2014, quando será abordado o progresso feito para a rede até o momento.

Durante 03 dias foram apresentadas:

  • 02 conferências de abertura (Maria de Jesus Robim (Parque Estadual da Serra do Mar-Núcleo Santa Virgínia – Instituto Florestal / SP e  Esteban Delgado (Senderos de Chile / Fund. Senderos de Chile);
  • 05 mesas redondas com 19 palestras de convidados, incluindo a participação de  Esteban Delgado (Senderos de Chile / Fund. Senderos de Chile e Robert C. Burns. Ph.D. West Virginia University.  Morgantown, WV, US
  • 07 Grupos de trabalho (GTs) com 71 trabalhos apresentados de todas as regiões brasileiras e 17 estados, caracterizando diversas iniciativas e propiciando o conhecimento de variadas realidades e amplos debates, incluindo um trabalho sobre modelos de governança em trilhas d elongo percurso, comparando as iniciativas do projeto Sendero de Chile com a Trans Canadá Trail, desenvolvido na Universidade de Concordia /Quebec/Canadá.
    • Sudeste: RJ (18); SP (17); MG (09); ES (1)
    • Nordeste: RN (6); PE (2); BA (1);  MA (1); SE (1); PB (1)
    • Norte: AM(1); PA (1)
    • Centro-Oeste: TO(1); GO(1)
    • Sul: RS(2); PR(2); SC(3);
  • 05 Oficinas
  • 01 Mostra fotográfica “Retratos da Trilha”
  • e o I Colóquio Brasileiro da Red Latinoamericana de Senderismo, onde se concluiu durante e imediatamente após (principais propostas):
    • Criação de Gt no Congresso da Red Latinoamericana de Senderismo para redação da Carta Internacional para o Manejo de trilhas e Conservação da Biodiversidade
    • Criação de publicação internacional de Senderismo.
    • Apoio da Red ao Programa Pega Leve de minimo impacto em áreas naturais.

Dentre os trabalhos se destacaram as aplicações em SIGWEB, modelos de gestão de redes de trilhas de longo percurso, gestão de riscos em trilhas, implantação de trilhas terrestres e subaquaticas, proposta da consolidação da área de pesquisa “Ecologia de Trilhas” como alternativa mais especifica que Ecologia da Recreação, divulgação da aplicação de princípios de Bioengenharia de solos na recuperação e manutenção de trilhas e a confirmação da importancia da geodiversidade nas ações de planejamento e manejo de trilhas.

Deste modo considerou-se que o evento contribuiu com a exposição de múltiplos olhares e recursos sobre o tema, através de conferências, mesas redondas, grupos de trabalhos e minicursos e divulgação do estado da arte sobre o tema, consolidando o debate sobre a gestão de áreas protegidas a partir da análise dos aspectos geográficos e ecológicos do manejo de trilhas.

Anais do II CNPMT:  os trabalhos foram publicados por GTs:

Eixo temático 01: Uso Público e Conservação da Biodiversidade em áreas protegidas

Eixo temático 2: Manejo de trilhas e Sociedade

Eixo temático 3: Manejo e monitoramento da Geodiversidade e Biodiversidade em áreas protegidas

 

Anúncios